Skip to content
August 8, 2011 / vitorcaldi

Indignez-Vous!

Ontem, andando por uma livraria, vi um livreto que me chamou a atenção pelo título. Em letras pretas enormes lia-se “Indignez-Vous!” ou seja, “Indignem-se”. O peguei na mão, comecei a ler e vi que era uma leitura não muito difícil. Para mim, que estou aprendendo francês, era um prato cheio.

Cheguei em casa e procurei sobre o livro na internet e eis o que encontrei e as minhas opiniões depois de ler:

O livro foi escrito por um senhor de 93 anos, que foi parte do Conselho Nacional da Resistência, lutando contra a invasão nazista na França. Indignez-Vous (ainda sem tradução para o português) aponta inicialmente para os problemas atuais da França. É o motivo principal do livro a preocupação do autor para a atual política imigratória francesa, o recuo dos direitos civis alcançados ao longos dos anos, a diminuição do alcance da seguridade social, etc.

Stephane Hessel, o autor, conta como esses direitos e essa seguridade social foram conquistadas pós 1945, e como os jovens da França (e do mundo) de hoje devem se engajar, lutar e, principalmente, se indignar para que essas conquistas não sejam perdidas em nome do liberalismo econômico e dos mercados financeiros.

O senil ex-diplomata afirma que a pior das atitudes é, sem dúvida, a indiferença. “Cherchez et vous trouverez” (Procure e você achará) afirma o Hessel. Razões para indignação não faltam.

Umas das principais razões de indignação para ele hoje é a questão Palestina. Todo o engajamento, contudo, deve ser feito de forma pacífica, defende o autor. Mesmo dando razões para que o terrorismo seja compreensível, ele não está de acordo com a forma violenta de luta. Na última parte do livro, o autor mostra os motivos para uma “insurreição pacífica”.

O livreto, de 30 páginas apenas, virou um fenômeno literário na França e caiu como uma bomba. Um livro que tinha tudo para ser um desastre (escrito por um senhor de 93 anos em forma de manifesto e sem uma escrita rebuscada) acabou se tornando um importante alerta para a juventude francesa.

Mais do que um pedido de engajamento, o livro é um alerta ao crescimento da extrema-direita na Europa e a perda de direitos sociais. Um aviso vindo de alguém que viveu os horrores do nazismo e dos governos totalitários. Que esse livro seja lido por toda a Europa. Que incite movimentos pacíficos de revolta, como o que acontece na Espanha.

“Criar é resistir – Resistir é criar”

Para quem quer ler, aqui está o link:  http://www.millebabords.org/IMG/pdf/INDIGNEZ_VOUS.pdf

Traduções livres em espanhol e inglês já podem ser encontradas na internet.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: